domingo, 21 de setembro de 2008

Sem palhaçada!

Nunca curti palhaço. Nunca vi graça em marmanjo com cara branca, nariz vermelho e cabelo peruca. Olha que o assunto é bacana. Lembro do Palhaço Pipoquinha, que tinha um programa vagabundo na TV Tambaú (se a memória não falha), em João Pesssoa. Ele tentou se matar ao pular na Lagoa da Cidade, tipo, um esgoto a céu aberto - ainda perdendo de longe para a Marginal paulista, entendam. O foda: não conseguiu. Foi resgatado, perdeu o emprego. Me falaram recentemente que ele finalmente conseguiu seu objetivo, mas não sei se tavam tirando uma da minha cara ou era lorota. Palhaço depressivo é o que há.

Há palhaços fumantes, há o palhaço de Poltergeist. Há a capa do primeiro disco do Mr. Bungle, baseado em gibi da linha adulta da DC. Tenho amigos que são palhaços, uns reais, outros falsos.

Mas, por favor, nada de palhaçadinha de agora em diante, Flamengo! Só isso!

3 comentários:

erika disse...

O nosso era o palhaço chocolate, hehehe. :)
Em Recife não tem palhaço rubro-negro, hahahaha!

Salem disse...

Ah, claaaaro. Pena que sábado não estarei aqui para Fla e SPort! Quero ver se eles colocam um mergulhador no meio da torcida como nos jogos contra o Náutico! ahahah

erika disse...

Quer nadar, quer nadar, o LEÃO VAI TE ENSINAR!!! hahahah