terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Amanhecer, quarto filme da saga Crepúsculo, pode ser dividido!


Lua Nova, a sequência de Crepúsculo, já rendeu pouco menos de 500 milhões de dólares em todo o mundo e não dá pinta de cansar.

Mas a síndrome de Harry Potter bateu forte na franquia.

Segundo a Variety, Amanhecer, o último longa da série, pode ganhar o mesmo tratamento que a Warner está dando para Harry Potter e As Relíquias Mortais e ser dividido em duas partes.

A roteirista Melissa Rosenberg, que escreveu os três primeiros capítulos cinematográficos, já está no meio do tratamento de Amanhecer. Mas os presidentes da Summit, Rob Friedman e Patrick Wachsberger, não decidiram sobre o formato.

A questão não é tão simples.

O trio principal do elenco, Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Lautner só têm contrato para quatro longas da série.

Se quiserem mais um filme, os executivos precisarão desembolsar salários que finalmente ultrapassarão a casa dos oito dígitos.

E ainda tem a questão (menor, é verdade) do diretor. Chris Weitz está sendo elogiadíssimo pelo trabalho em Lua Nova e, apesar de não voltar para Eclipse, que já estava sendo rodado por David Slade (30 Dias de Noite), é o preferido do estúdio para assumir os últimos momentos da quadrilogia.

Ele deve voltar correndo para o projeto. Mas o que acontecerá com o seu "filme pequeno de estimação", The Gardener?

3 comentários:

Thati disse...

Estava na cara que iriam dividir, nada mais lucrativo. Ainda mais por ser um livro com história para três filmes. Só espero que Chris Weitz volte e assuma o controle.

Tania blog disse...

Como li os 4 libros e adorei,estou louca pra ver os filmes.

Salem disse...

Com Chris Weitz ou sem ele, o filme vai ser a mesma coisa de sempre mesmo. rs